domingo, 15 de setembro de 2013

VITROLA ANTIGA: "WINCHESTER CATHEDRAL"

Colocamos na "VITROLA" um compacto duplo (45 rpm) de 1967.
NOTA: Esse tipo de vinil (com duas músicas de cada lado) surgiu tempos depois do "compacto simples" (que rodava em 33 1/3 rpm e tinha apenas uma música de cada lado).

Com vocês, "THE NEW VAUDEVILLE BAND", interpretando a música "WINCHESTER CATHEDRAL":





As dezenas de músicas de nossa "VITROLA ANTIGA" estão AQUI.

IMAGENS - Programa de TV: novela "SANGUE DO MEU SANGUE"


ANÚNCIO DE 03.04.1969


Nos anos 60 uma emissora de televisão vinha se destacando por trabalhos de dramaturgia, em especial nas telenovelas: a TV EXCELSIOR (Canais 9-SP e 2-RJ). Sua concorrente nessa área era a TV TUPI, a pioneira da televisão brasileira (que vinha brilhando sozinha, até então).


Parte do elenco "estrelado" (alguns continuam no batente até hoje).


Em 1969, já com um grupo de artistas de primeira linha, a emissora lançou a novela de época "SANGUE DO MEU SANGUE" cuja história de desenrolava nos tempos do reinado de D. Pedro II e era recheada de emoções, tramoias e reviravoltas (como deve acontecer num bom "folhetim"). Além disso, ainda contava com um extraordinário elenco formado por artistas vindos do teatro (Tônia Carrero era a estrela maior).

Henrique Martins - Tônia Carrero - Rosamaria Murtinho - Francisco  Cuoco



Foi exibida do final de março/69 a janeiro/70 e transformou-se num grande sucesso. Planejada para o horário das 19h, algum tempo depois passou para a faixa das 20h (um horário mais "apropriado", conforme decidiu a censura da ditadura!).
















Fernanda Montenegro e Tônia


Um fato histórico importante:
"Sangue do Meu Sangue" foi a despedida (apoteótica, pode-se dizer) da TV EXCELSIOR. Meses depois do seu término, a emissora encerraria as atividades em virtude de aguda crise financeira que se arrastava deste o ano de 1964.
Quer relembrar o motivo disso tudo? Leia AQUI o que ocorreu (alguns anos antes) com a companhia aérea "PANAIR DO BRASIL", dos mesmos proprietários da emissora de tv.


AQUI tem mais "Programas de TV"

**************************************QUADRO DE AVISOS**************************************




FATOS - Moda: Roupa feminina dos anos 50

Modelos usados pelas mulheres nos dias frios ou quentes dos anos 50:


(1952)  ELEGANTE CASACO TIPO ESPORTE, DE GABARDINA DE COR CLARA




(1957)  PARA TARDES ESPORTIVAS OU PASSEIOS.  FÁCEIS DE FAZER E FICAM BEM EM QUALQUER IDADE


Mais "Moda"   AQUI.

ESTANTE DE LIVROS: "A NOSSA VIDA SEXUAL" - "BRAQUIGRAFIA" - "LUTA DA MINHA GERAÇÃO" - "AMÉRICA LATINA"


1960



1961 (NÃO SABE DO QUE TRATA ESTE LIVRO???)



1963 (ATENÇÃO PARA OS PREFACIADORES)


1966


Todos os livros da nossa "ESTANTE" estão AQUI.



IMAGENS - Escola: RESPEITO: O EXEMPLO VEM DE CASA

E, agora, uma brincadeirinha (muito séria). Quem não conhece esta mensagem transmitida pela inspiradíssima charge sobre uma distorcida e atípica (mas que existe) relação família/escola?





Mais "Escola"   AQUI.

FATOS: EFEMÉRIDES DOURADAS

30.12.1960

Natália Thimberg e Glória Menezes são escolhidas pela Associação Paulista de Críticos Teatrais como "MELHOR ATRIZ" e "ATRIZ REVELAÇÃO", de 1960, respectivamente.


29.12.1967

O time do PALMEIRAS sagra-se CAMPEÃO  da Taça Brasil ao vencer o Náutico (de Recife), por 2 a 0, no Maracanã.


16.03.1962

Conselho Federal de Educação decide que idade mínima para ingresso em CURSOS NOTURNOS do ensino médio passa a ser 14 anos.


02.10.1963

Empregados que trabalham nos sindicatos de São Paulo ameaçam entrar em greve caso suas reivindicações salariais não sejam atendidas. Alegam que os benefícios que lhe são negados são os mesmos que essas entidades defendem para as diversas categorias que representam.


Outras "Efemérides Douradas" estão AQUI.

IMAGENS - Disco: "ZIMBO TRIO"

Em 1964 três expoentes da música instrumental brasileira formaram um conjunto. Eram eles: AMILTON GODOY (piano),  RUBINHO BARSOTTI (bateria) e LUIZ CHAVES (contrabaixo). E o nome dado ao grupo foi: "ZIMBO TRIO".


O DISCO DE ESTREIA



Além de atuar sozinho, ZIMBO TRIO era disputadíssimo para acompanhamentos dos maiores nomes da nossa música.


 1965



O conjunto apresentou-se em todos os continentes (dezenas de países). Ganhou os mais importantes prêmios da imprensa especializada graças ao talento, criatividade e versatilidade.






O ZIMBO TRIO manteve-se em atividade até os dias atuais. Agora, por uma desavença inexplicável, não mais com o histórico nome de quase 50 anos. Da formação original restou apenas o seu líder Amilton Godoy.

Clique nas telinhas abaixo para ouvi-los:











Mais "Disco"   AQUI.

FATOS - CONSELHOS & DICAS DE ANTANHO (Nº 43)






Todo o repertório de "CONSELHOS & DICAS" está AQUI.

FATOS - Cinema Brasileiro: "O DRAGÃO DA MALDADE CONTRA O SANTO GUERREIRO" - "A DÔCE MULHER AMADA" - "MÁSCARA DA TRAIÇÃO"

No ano de 1969 estes filmes nacionais foram lançados em nossos cinemas. Todos proibidos até 18 anos.


"O DRAGÃO DA MALDADE CONTRA O SANTO GUERREIRO"


"A DÔCE MULHER AMADA"


"MÁSCARA DA TRAIÇÃO"


Mais cartazes de filmes nacionais  AQUI  e  AQUI.

IMAGENS - Anúncio: PROPAGANDA NOS QUADRINHOS

Como podemos ver abaixo, o público-alvo da publicidade nos gibis NÃO era apenas a garotada. Afinal, os marmanjos também eram fãs dos quadrinhos. E, por isso, boa parte dos produtos anunciados era para eles. (clique nas imagens, para aumentá-las)



1951
1953
1957



1960
1961
1961




1968
1967




















Mais "Anúncio"   AQUI.

IMAGENS - Carro: ÔNIBUS DA DÉCADA DE 50


Ônibus americanos (dos anos 50!)



1950  (parecido com as "jardineiras" (AQUI)  que circulavam por estas "bandas" nos anos 50)


1951 (de frente, não parece um daqueles trens antigos?)


1952


ANOS 50 (os biarticulados de hoje?)


1957



Mais "Carro"   AQUI.

IMAGENS - Cartaz de cinema: "CANAL 100"

Hoje não trataremos de filmes de cinema. Mas, sim, do que vinha antes deles (e dos trailers): o cinejornal carioca "CANAL 100" distribuído em todas as salas do país.

Ao relembrar coisas dos anos 50 e (boa parte dos 60) não se pode deixar de lado uma das melhores e mais populares formas de diversão da época (para pessoas de todas as idades): as sessões de cinema, com seus filmes em preto e branco (às vezes coloridos) e em tela pequena (às vezes em telona, o "cinemascope"). A"sétima arte" vivia, então, seus tempos áureos.
A televisão ainda não estava na maioria das cidades e lares brasileiros (afinal das contas, quem não foi um "televisinho"?) principalmente pelo preço dos aparelhos e falta (ou péssima qualidade) da recepção do sinal.
Ao mesmo tempo, praticamente, toda cidadezinha tinha seu cinema ("de rua"). As grandes, com salas enormes e cheio de "charme" que chegavam a ter até 1.500 lugares (em confortáveis poltronas).

Então, logo vem à memória o lendário noticiário cinematográfico "CANAL 100", idealizado e realizado pelo produtor de cinema Carlos Niemayer e que existiu do final dos anos 50 até 1986.






(A música "Na Cadência do Samba" era o prefixo das notícias "futebolísticas"



Assim que as luzes apagavam, surgia na tela as primeiras imagens do cinejornal (renovado semanalmente) com algumas poucas e breves notícias sobre importantes e recentes acontecimentos do Brasil e do mundo.
Não durava mais que 10/11 minutos e era em preto e branco (anos depois, colorido).
Mas, marcantes mesmo eram os trechinhos de jogos de futebol (maior parte no Maracanã) com muitos closes e câmera lenta de gols, lances e, até, da torcida. Eram imagens feitas pela própria equipe do jornal e não simples aproveitamento de filmagens da televisão. Por isso eram especiais.





Nosso "velho" conhecido "CID MOREIRA" foi narrador dessa fase, bem antes de se celebrizar no  "Jornal Nacional".





Mais "Cartaz de Cinema"   AQUI.

IMAGENS - Revista: "DESPERTAI!" "A SENTINELA"

Revistas (de papel imprensa) quase centenárias utilizadas pela denominação cristã "TESTEMUNHAS DE JEOVÁ" para divulgar sua doutrina. Sem dúvida fizeram parte dos anos 50e 60.


1959



1960



Mais "Revista"   AQUI.

IMAGENS - Velharia: ESTERILIZADOR PARA SERINGA E AGULHA

Até os anos 60 (e um pouco mais) o farmacêutico era o "médico da família" (não só nas pequenas cidades do interior mas, também, nos bairros populares das grandes). Ele é que realmente tratava dos males corriqueiros da saúde dos moradores.
E a farmácia era o "consultório", o "ambulatório", o "Pronto Socorro", etc. da comunidade.






A aplicação de injeção era um dos trabalhos mais "requisitados". Se o doente não pudesse se deslocar, certamente com toda boa vontade lá ia nosso amigo até sua casa. Por isso, geralmente, o farmacêutico era uma pessoa extremamente querido por todos.






Na época não existia o material descartável de hoje. Então a seringa (de vidro) e a agulha eram muito bem fervidas em uma caixa de metal (elétrica): o esterilizador.
Por isso o material podia ser reutilizado inúmeras vezes. Nas situações em que a energia não estava disponível, era só colocar as peças numa caixinha própria, botar álcool, atear fogo e esperar até que o líquido evaporasse.






Mais "Velharia"   AQUI.


FATOS - PARADA DE SUCESSOS: "GOOD MORNING STARSHINE" - "QUE PENA" - "SENTADO À BEIRA DO CAMINHO"

Mais músicas que estiveram nas PARADAS DE SUCESSOS do ano de 1969 (certamente marcaram a adolescência de muita gente!):



"GOOD MORNING STARSHINE (Oliver)


"QUE PENA" (Gal e Caetano)


"SENTADO À BEIRA DO CAMINHO" (Erasmo Carlos)



AQUI e AQUI tem mais músicas que fizeram sucesso nos anos 50 e 60.

IMAGENS - Gibi: "O PATO DONALD"

O dono da revistinha de hoje é um pato que acompanhou a infância de muita e muita gente nos anos 50 e 60. Nessa época a turma do WALT DISNEY estava "por cima da carne seca" entre nós 


(o início da "saga")



Estava sempre presente no cinema, na televisão, nos quadrinhos e, como consequência, numa infinidade de produtos infantis dos mais variados tipos (brinquedo, roupa, etc).
Atualmente (já há algumas décadas) nem de longe se compara com o  que já representou para a criançada.


1950


1950



Ele foi criado no início dos anos 30 e fez uma pontinha em filme de desenho animado para o cinema, produzido por seu "pai" Walt.


1951



Em 1936 começou a aparecer em tiras de jornal e "pegar carona" em gibis ("comics") do seu parente MICKEY, antes de ter o seu próprio, anos depois.




(1952)




















Chegou ao Brasil em 1950, quando saiu o primeiro número (ver acima) de sua revistinha. Foi também a estreia da EDITORA ABRIL, fundada poucos meses antes.
Seu companheiro nas capas é o esperto, preguiçoso e etc "ZÉ CARIOCA" (Leia matéria sobre esse papagaio malandro  AQUI).

IMAGENS - Brinquedo: QUEBRA-CABEÇA DE DESLIZAR

Embora não fosse propriamente um brinquedo, como tal era usado pela garotada dos anos 50 e 60 ("game"?). Tempos em que se divertia com coisinhas simples e despojadas!






Muito em voga por ser barato (vinha, até, como brinde em doces) eram pequenos painéis de plástico com quadradinhos para serem ordenados (basicamente com números ou letras e, às vezes, com simplórios desenhinhos).
















Os de hoje, com belas paisagens coloridas, inclusive desenhos em "3D", não atraem mais ninguém.


Mais "Brinquedo"   AQUI.

ESTA ATUALIZAÇÃO DE 15.09.13 AINDA NÃO TERMINOU:  CLIQUE EM ¨POSTAGENS MAIS ANTIGAS¨   (LOGO ABAIXO)  PARA CONTINUAR A LEITURA.