sábado, 15 de abril de 2017

===================== CANTINHO DOS ANOS 70 =====================

(uma "canja" para o pessoal PÓS anos 50/60)


I) IMAGENS - Brinquedo:  "VOLKS BATE E VOLTA"

Todo mundo (ou quase) conhece um carrinho bate e volta, não é? Pois, em 1977, a "ESTRELA" apresentou o seu (1º a ser fabricado no Brasil). 

ANÚNCIO DE 1977







Era uma miniatura do "FUSCA"   
e existiu até 1982 (quando foi 
substituído pelo "Aquamóvel").










Era vendido em 4 versões:
POLÍCIA - SEDÃ - AMBULÂNCIA e BOMBEIRO




Mais "Brinquedo" AQUI.


======================================================================

II) FATOS - Cinema Brasileiro: "OS IRMÃOS SEM CORAGEM" - "CADA UM DÁ O QUE TEM" - OS DOCES BÁRBAROS" - "AMOR BANDIDO"


1972
1975
























1978
1978
























Mais Cinema nacional" (e músicas das paradas de sucesso) AQUI.


======================================================================

III) COISAS DO FUTEBOL DOS ANOS 70:  BRASIL x URUGUAI, O JOGO DO "QUEBRA PAU"

Em 1956 BRASIL, ARGENTINA e URUGUAI  instituíram uma competição a que foi dado o nome de "TAÇA DO ATLÂNTICO" (anos depois, também com o Paraguai). Era uma disputa entre a nata do futebol sul-americano que só durou por 3 edições (1956-1960-1976).
Nosso foco é o jogo realizado no Maracanã em 28.04.1976 entre o Brasil e o Uruguai.

UM LANCE DO JOGO


O domínio dos brasileiros ficou bem patente em toda a partida enquanto os uruguaios jogaram na retranca. Esse jogo ficou na História mais pela pancadaria no final que pela importância do torneio ou futebol apresentado.


Imediatamente após o apito final (do juiz brasileiro) teve início uma briga fenomenal: o lateral esquerdo do time visitante RAMÍREZ começou a distribuir socos e pontapés em RIVELINO (que havia lhe dado um soco na boca durante o 2º tempo) e em alguns repórteres de campo. Com isso, boa parte dos brasileiros entraram no "circuito".




Logo em seguida Rivelino (que saía correndo para o vestiário) percebeu que o uruguaio estava em sua perseguição e deu uma bela "acelerada". Com isso, acabou protagonizando um escorregão épico ao descer a escada "a cem por hora".




Enquanto isso, o "pau comia" no gramado. Até membros da comissão técnica e dirigentes dos dois lados entraram na briga (um repórter foi severamente espancado). Quase todos os jogadores participaram da "confraternização" iniciada por Ramírez e Rivelino.



Com muito custo, o pessoal da "CBD" e a Polícia Militar conseguiram retirar a seleção brasileira do estádio.

E, AGORA, ASSISTA OS ÚLTIMOS MINUTOS DO JOGO (FUTEBOL E LUTA LIVRE). VALE A PENA!!! É SÓ CLICAR NA TELINHA:



ALGUNS DADOS:

=PÚBLICO: 62.672 pagantes
=TÉCNICO BRASILEIRO: Oswaldo Brandão
=ÁRBITRO: Romualdo Arppi Filho
=GOLS: Torres (uruguai-15') / Rivelino (55') / Zico (penalti-72')
=TIME DO BRASIL: Jairo - Toninho (Orlando) - Miguel - Amaral - Marco Antônio - Chicão - Zico -    Rivelino - Gil - Enéas (Rob. Dinamite) - Lula
=MELHOR JOGADOR DO TIME BRASILEIRO: Zico

Mais coisas do futebol dourado AQUI.

======================================================================

IV) ESTANTE DE LIVROS:  ENCICLOPÉDIA "COLORAMA"


Em 1973 a Editora Mirador Internacional colocou à venda sua enciclopédia intitulada "COLORAMA - ENCICLOPÉDIA ILUSTRADA" formada por 13 volumes (incluído um livro "atlas temático"). Tinha capa e ilustrações coloridas, media 22cm x 31cm, papel de primeira e com mais de 2500 páginas.

SEM A SOBRECAPA DE PAPEL ESPECIAL

COM A SOBRECAPA









































Mais "Estante" AQUI.


======================================================================

V) PARADA DE SUCESSOS: "FORÇA ESTRANHA" (Roberto Carlos) - "MORENA DE ANGOLA" (Clara Nunes)



"Força Estranha" 1978


"Morena de Angola" 1979

Mais músicas de sucesso  AQUI e AQUI.

======================================================================

VI) VAMOS AO TEATRO? (CHICO BUARQUE/MPB4 - SIMONAL - ALCEU VALENÇA - BELCHIOR)


1972



1975
























1977
1978

Mais "Teatro" AQUI.


COM ESTA SEÇÃO DE COISAS DOS ANOS 70  ENCERRAMOS A ATUALIZAÇÃO. AQUI TODAS AS PUBLICAÇÕES SOBRE ESSA DÉCADA.

Nenhum comentário: