segunda-feira, 15 de abril de 2019

VITROLA ANTIGA ("PEDRO PEDREIRO"/Chico Buarque - "BABY ELEPHANT WALK"/Orquestra de Lawrence Welk - "XOTE DOS CABELUDOS"/Luiz Gonzaga

Recentemente foi divulgado na mídia que o FORMATO DIGITAL já representa 98% das vendas de músicas no Brasil. Por isso nossa matéria de hoje pode parecer referir-se a situações vividas pelo homem de Neandertal. Mas não faz tanto tempo assim! Eram apenas dos anos 50/60!

"TOCA DISCO" - "78 rpm" - "BOLACHÃO" - "45 rpm" - "HI FI" - "VINIL" - "COMPACTO SIMPLES" - "COMPACTO DUPLO" - "LONG PLAY" - "33 rpm"

Essas palavras/expressões são termos triviais para os "matusaléns" de plantão. E indicam coisas de outro mundo para os mais novos! Então relembremos esses termos, numa brevíssima viagem ao mercado fonográfico daquela época.

O GRANDÃO "LP" - O MÉDIO 45 RPM - O PEQUENO COMPACTO
Pergunta que não quer calar: como se ouvia (a não ser pelo rádio)  música naquelas décadas sem "CD"/CD PLAYER", sem "MP3", sem "FITA CASSETE", sem "WALKMAN", sem "INTERNET"/"STREAMING"(e sem um monte de outras coisas)? Muito simples: era só  pegar um disco e colocá-lo no "toca disco" (ou "vitrola" ou "picape" ou "eletrola") e se deixar levar.


"COMPACTO" RODANDO NO
TOCA DISCO
"LP" RODANDO NO TOCA DISCO











Se o disco e o aparelho fossem em "HI FI" ("High Fidelity"), que era para pouquíssimos,  a qualidade do som seria muiiiito melhor e sem distorção.
Os discos podiam ser:
"78 rotações": de tamanho médio (maior que o "compacto" e menor que o Long Play). Só tinha uma música de cada lado e era duro e pesado, pois feito de goma-laca. Desapareceu com a chegada do "VINIL" (um tipo de matéria plástica) que o deixava flexível e  bem mais leve , como o "45 rpm", "33 1/3 rpm" e o "LP" (conhecido por "bolachão") que eram feitos com esse material.
"Long Play": Esse grandão, de vinil, comportava 6 músicas de cada lado.
"Compacto": Esse menorzinho da "família" tinha dois tipos: SIMPLES, com  1 música de cada lado
                        e o DUPLO, com 2 músicas de cada lado.

COMPACTO DUPLO 1967
LONG PLAY  1962
COMPACTO SIMPLES 1965
Enfim, vamos ficando por aqui. Afinal, este é um Blog de lembranças, reminiscências,rememorações  e não uma enciclopédia, não é? Então clique nas telinhas para voltar aos tempos dos bailinhos com vitrola, LP, compactos, etc e ouvir as três músicas das capas acima


"PEDRO PEDREIRO" 1965


"BABY ELEPHANT WALK" 1962


"XOTE DOS CABELUDOS" 1967

Mais "Vitrola" AQUI.

Nenhum comentário: