terça-feira, 15 de maio de 2012

FATOS - Notícias da Época (de 31.05.1955): "TAMBAÚ: TERMINADAS AS BENÇÃOS DO PADRE MILAGROSO"


"ÚLTIMA BENÇÃO DO PADRE DONIZETTI REUNE MAIS DE 200 MIL PESSOAS"


"Ontem foi o último dia das bençãos dadas pelo Pe. Donizzetti Tavares de Lima, vigário de Tambaú. As bençãos desse dia especial ocorreram na janela da Casa Paroquial  (ao lado da capela de São José) com o povo tomando toda a região central da cidade.
A primeira foi às 9 horas, oportunidade em que o religioso reafirmou a decisão de não mais realizar o evento a partir de amanhã.
Durante algumas horas a cidade foi sobrevoada por aviões da FAB, numa homenagem ao padre. 


 Pe. Donizetti acenando para o povo


Fora do que estava programado, a benção do meio-dia somente ocorreu às 14 horas após desmentido o boato de que o Governador Jânio Quadros estava se dirigindo à cidade para assistir ao importante acontecimento.


Pe. Donizetti celebrando a Missa



Às 20 horas ocorreu a derradeira benção, num espetáculo fantástico quando os romeiros acenderam milhares de velas ao mesmo tempo. Mais uma vez o padre referiu-se ao que já vinha propalando há alguns dias declarando que aquela seria a última benção coletiva que faria. Naquele momento parecia que o silêncio da consternação "ecoava" no ar.
Acrescentou que aqueles que lhe dirigirem  o pensamento todos os dias às 9 e 20 hora estarão por ele sendo abençoados da "solidão da cela". 
Nesse dia a pequenina cidade de Tambaú-SP abrigou uma multidão de aproximadamente 200 mil pessoas.


 O povo em recente benção



Por diversas vezes ele disse que sua decisão foi tomada por "motivos de ordens superiores". É pensamento corrente entre os fiéis tratar-se de determinação das autoridades eclesiásticas, tendo em vista o número cada vez mais crescente de romeiros à procura de cura para seus males (essa versão sempre foi negada pelo padre).



A capela de São José onde, no início, eram dadas as  bençãos
 


Antes de Tambaú, o padre Donizetti atuou nas paróquias de Campinas e Vargem Grande do Sul, também cidades do Estado de Sao Paulo.
Nestes últimos anos foram-lhe atribuídas inúmeras curas milagrosas, que o tornaram conhecido em todo o país e no exterior."

= = = = = = = = = =




NOTAS DO BLOG:

1) Padre Donizetti faleceu em 16.06.1961, com 79 anos, ainda como pároco de Tambaú.
2) Processo de Beatificação (iniciado pela Diocese em 1992) encontra-se em estudo no Vaticano (desde 2009) visando sua canonização.
3) A pequena Capela de São José não mais existe, dando lugar ao atual "Santuário de Nossa Senhora Aparecida", onde estão os restos mortais do Pe. Donizetti.
4) A Casa Paroquial (ao lado da capela), onde ele viveu, hoje abriga um Museu com seus pertences.
5) Em frente ao cemitério da cidade foi constuída uma réplica da capelinha.

Nossos agradecimentos à "Associação de Fiéis do Pe. Donizetti" por esclarecimentos complementares prestados.

= = = = = = = = = =



Mais Notícias dos anos 50/60 AQUI.

5 comentários:

Shiro disse...

EU ASSISTIA UM PROGRAMA NO RADIO, QUEM APRESENTAVA ERA O SR. PEDRO GERALDO COSTA, POLITICO NA ÉPOCA E NO MEIO DA PROGRAMAÇÃO ELE SOLTAVA UMA GRAVAÇÃO DO PADRE DONIZETTI, ME LEMBRO DELA ATÉ HOJE, UMA GRAVAÇÃO CHIADA PELOS RECURSOS DA ÉPOCA, MAS MUITO BONITA.

"blcamargo" disse...

Grato, Shiro, pela visita e belo comentário. Volte sempre. Abração

Derso disse...

Essa gravação é a oração do Pai Nosso que o Padre Donizette dava em suas missas, é em latim, e ate hj essa gravação toca na radio da cidade ate hj sempre as 12:00 hr

"blcamargo" disse...

Valeu Derso. Agradeço pela visita e comentário. Volte sempre.

Bógaro e família disse...

Morávamos na roça, e todos os dia papai colocava um copo com água sobre o rádio para ser "benzida" depois todos tomávamos daquela água. Não perdíamos um programa. No momento da benção, papai reunia todos da família em volta do rádio. Hoje somos cristãos presbiterianos, mas é interessante lembrar dos dias passados.