terça-feira, 15 de maio de 2012

IMAGENS - DISCO: Sylvia Telles

A carreira de Sylvia Telles muito tem a ver com a história da Bossa Nova (e vice-versa): é considerada um dos precursores desse movimento musical.
Em 1955  gravou seu primeiro disco (um "78 rotações") e, por ele, ganhou o troféu "Revelação Feminina" desse ano, patrocinado pelo jornal carioca "O Globo".






Antes de se tornar a famosa intérprete, vinha se apresentando em musical num teatro carioca.
Em 1957 saiu seu primeiro "Long Play" (o histórico "LP") intitulado "Carícia", que tinha as antológicas "Chove Lá Fora", "Se Todos Fossem Iguais a Você" e "Canção da Volta".


1957



Consagrou-se como cantora profissional ao gravar o disco "Amor de Gente Moça", de 1959, com algumas músicas de Tom Jobim e Vinicius de Moraes.


1959




Sylvia ( ou Sylvinha ou Silvia) nasceu no Rio de Janeiro e tinha 32 anos quando um acidente automobilístico no município de Maricá-RJ (em 17.12.1966) tirou sua vida.


1963



Sua filha, a cantora e compositora Claudia Telles, é importante nome da música popular brasileira.


E, agora, vamos recordar Sylvinha. É só clicar nas telinhas abaixo: 


"Samba de Uma Nota Só"




"Corcovado"




Visite nossa DISCOTECA.

Nenhum comentário: