sexta-feira, 15 de julho de 2011

IMAGENS - Disco: HEBE CAMARGO

Nosso foco não é a Hebe  "Dama da TV Brasileira", mas sim a Hebe cantora nos anos 50/60. Com pai e mãe ligados à musica, seu ingresso nesse mundo foi uma decorrência natural.


1959


Já ao longo dos anos 40, ainda mocinha (é claro!), cantou em programas de rádio em S.Paulo, imitou cantora famosa, integrou quarteto e formou, com a irmã, uma dupla caipira.


anos 60



Essas diversas atividades foram marcando seu nome no cenário musical e a levaram para as grandes emissoras de rádio da época (Tupi, Difusora e Nacional). No final dessa década de 40 gravou seu primeiro disco (um vinil de 78 rpm, que era o que existia naqueles tempos, e até bem depois).


1965


Hebe alcançou grande projeção no decorrer dos anos 50, gravando inúmeros "bolachões" e cantando seus sambas e boleros em programas ao vivo em auditório de rádios e outras apresentações.


anos 60



Em 1960 lançou seu primeiro long play (o famoso "LP") e continuou a carreira de cantora, gravando discos até 1966.


anos 60


A Partir do ano seguinte (1967) concentrou suas atividades artísticas na televisão, agora já como apresentadora. Só no final da década de 90 voltou a gravar.


1957            /           1963



















Sua vida no mundo musical foi muito intensa e profícua: até 1959 gravou uma média de três 78 rotações por ano. De 1960 até 1966, anualmente havia um LP seu nas lojas de disco.

Fechando com chave de ouro, clique nas três telinhas abaixo para ouvir a Hebe cantora dos velhos tempos (e rememorar, ainda, Agnaldo Rayol e Ivon Curi, nas duas últimas):


1960



1960 (com Agnaldo Rayol no filme "Zé do Piriquito", com Mazzaropi)



1950 (com Ivon Cury no 1º clipe da recém-inaugurada TV TUPI)



Mais discos:   Sergio Murilo   -   Lana Bittencourt   -   Giane   -   The Platters   -    Os Incríveis

Nenhum comentário: