domingo, 15 de janeiro de 2012

IMAGENS - Escola - Livro Escolar: "PROGRAMA DE ADMISSÃO"

Quatro grandes professores (verdadeiros "monstros sagrados" do livro didático nos anos 50/60) se reuniram para elaborar esta obra.
Era mais um livro destinado a preparar  a "aterrorizada" e "traumatizada" garotada daqueles tempos  para enfrentar o primeiro "vestibular" da vida (geralmente com 11 a 13 anos de idade!): o exame para ingressar no Ginásio (que não tinha vaga para todo mundo), que se chamava "Exame de Admissão".


 1967



A maior parte fazia o curso preparatório (chamado de "Curso de Admissão") concomitantemente ao último "ano" do Primário (o 4º).
Os alunos que não faziam isso (ou que tivessem levado "bomba" no exame prestado anteriormente) frequentariam  o cursinho durante todo o ano seguinte ao da formatura no Grupo Escolar (atrasando a "carreira" estudantil) para se submeter a nova seleção, que sempre ocorria no final de cada ano letivo).


1967



Este "Programa de Admissão" (com mais de 500 páginas) abrangia as matérias exigidas no exame: Português (Prof. Domingos Paschoal Cegalla), Geografia (Prof. Aroldo de Azevedo), História (Prof. Joaquim Silva) e Matemática (Prof. Osvaldo Sangiorgi).
Além das lições desses mestres, eram apresentados textos de importantes nome da nossa literatura.
Veja aqui e aqui mais matérias sobre esse "famigerado" evento da educação brasileira de algumas décadas atrás.


Clique e veja também:  "Composição ou Descrição à vista de uma gravura"   -   Cartilha da Infância   - Monteiro Lobato na escola  





14 comentários:

jesusmudou disse...

parabéns pelo o conteúdo das disciplinas presente faço pedagogia,estou fascinada com seu blog. vou apresentar um trabalho em grupo,confesso que aprendi muito com a sua prática;o currículo formal tradicional,exigia do aluno responsabilidade e leitura. a tecnologia da educação tem seus benefícios , junto a pesquisa científica; bibliográfica e etc:mas isso não impedem que o aluno seja aplicado e culto.

"blcamargo" disse...

Muito obrigado pela visita e simpático comentário. Volte sempre. Grande abraço.

Fatima disse...

Venho aqui com frequência. Gosto muito de tudo. Muito bom relembrar o nosso passado. Ver os livros que nos prepararam tão bem. O exame de admissão ao ginásio era um verdadeiro vestibular para o ensino médio. Quem passava realmente sabia!!!

"blcamargo" disse...

Muito obrigado Fátima. Continue visitando este nosso trabalho (cantinho de saudades). Abração.

Alzelia disse...

Parabéns, confesso que aprendi muito com a sua prática;o currículo formal tradicional,exigia do aluno responsabilidade e leitura. a tecnologia da educação tem seus benefícios , junto a pesquisa científica; bibliográfica e etc:mas isso não impedem que o aluno seja aplicado e culto.

"blcamargo" disse...

Valeu, Alzelia. Agradeço a visita e o abalizado comentário.Volte sempre.

Janclerques Marinho de Melo disse...

Amigos,

Eu estou procurando um livro, onde estudei o primário/ginásio, eu tinha uns 10, 12 anos, onde a primeira lição texto tinha o título:

. ROBERTO

Vocês têm como indicar-me onde poderia encontrar esse livro?

janclerques@gmail.com

Anônimo disse...

Olá!
Alguém lembra o mês que era realizado o exame de Admissão ginasial?
Abraços,
José Rodrigues

Dolariciojosemiradagondim Jose disse...

Gostaria de comprar o livro pois fiz o exame de admissão ao ginásio anos dourados onde encontro para comprar

Edna Botero disse...

Eu tenho a oitava edição, de 1961.

Arnaldo disse...


Uma coisa é inegável, o nível dos alunos era muito melhor do que o de hoje, havia também um grande respeito pelos professores, nós íamos para a escola para aprender, não havia bagunça em sala de aula e os professores tinham orgulho em serem professores, bons tempos.

Professora Suzett disse...

Edna, esta edição era com a capa com o menino na carteira? Eu preciso desta edição
Suzett

zaza disse...

Gostaria de comprar essa edição da cartilha programa de admissão . Onde encontro?

Luiz Carlos Siqueira disse...

Apesar de ter sido aprovado no exame de admissão não fiz o ginásio porque onde eu morava não tinha colégio e eu não podia pagar a passagem para me locomover ate outro bairro, que por ser longe não tinha como ir a pé. Era uma época em que pobre não estudava só trabalhava, ai me tornei auto didata,hoje todos meus filhos estudaram e ainda estou com dois estudando em federal formando ano que vem.