quinta-feira, 15 de março de 2012

ESTANTE DE LIVROS - "ENCICLOPÉDIA PRÁTICA JACKSON"

Nos anos 50 e 60 (e até décadas depois) as enciclopédias impressas eram as grandes fontes de informação, muito embora não fosse acessível (pelo preço) a todas as  camadas da população.
Mas cada família que pudesse e cada escola tinham um conjunto desses volumosos livros na estante como recurso de pesquisa para os trabalhos escolares, principalmente.






Geralmente elas eram adquiridas através de vendedores domiciliares (quem não se lembra os "vendedores de enciclopédia", que iam de casa em casa?






Nesses tempos, duas se destacavam: a "Britânica" e a "Barsa" (que era brasileira).
Mas nosso foco de hoje é uma que também foi comercializada nos anos 50/60, com conteúdo de altíssimo nível, muitas ilustrações e excelente acabamento (capa dura e papel brilhante): a "ENCICLOPÉDIA PRÁTICA JACKSON".






Diferentemente das outras citadas, esta não se destinava apenas a ser repositório de informações para consulta. Seu objetivo ia muito além disso (por isso o termo "prática" no nome).





Nela a exposição dos temas segue a forma do "ensino pela auto-educação"  apresentando-os como se fossem matérias de 61 cursos (distribuidos em 12 volumes) sintéticos e de linguagem simples.






Na apresentação é destacado o fato dela não se destinar ao "leitor ocasional para simples pesquisa", o que não deixa se ser estranhável uma vez que sempre servia, e muito bem, para isso também 






Para fechar, eis alguns tópicos desse grande trabalho (para dar, àqueles que não a conheceram, uma idéia da sua abrangência): ADMINISTRAÇÃO DE NEGÓCIO - FILOSOFIA - HISTÓRIA - ARTE DE VENDER - DECORAÇÃO - INGLÊS BÁSICO - CIÊNCIAS DOMÉSTICAS - JORNALISMO - MÚSICA - CONTABILIDADE - PRIMEIROS SOCORROS - DESENHO - LITERATURA - DIREITO - ARTE - GEOGRAFIA - FÍSICA - PROPAGANDA.


Mais livros da nossa estante:    Livro da Juventude   -   Júlio Verne   -   Livros para autodidatas   -   O Homem Que Calculava   -   Nosso Homem em Havana   -   Coleção Terramarear  -   As Vinhas da Ira e Lolita

Nenhum comentário: