terça-feira, 15 de junho de 2010

IMAGENS - Disco/Cinema Brasileiro: Vicente Celestino

Descendente de italianos e nascido no Rio de Janeiro, Vicente Celestino foi um dos mais importantes artistas brasileiros do século XX.
Além de cantar (seu 1º disco é de 1916) também era compositor, empresário de espetáculos de opera e teatro, ator de cinema, etc.
Compôs e gravou a música "O ÉBRIO" (1936), a mais lembrada de seu extenso repertório, que foi transformada em filme (1946). "CORAÇÃO MATERNO"(1937) foi outro estrondoso sucesso no disco que, muitos anos depois, também virou filme (1952). "PORTA ABERTA" (1946) foi mais uma música a compor a galeria de sucessos do cantor.
Interessante: era muito comum, principalmente nos anos 50, pequenos circos (que perambulavam pelas cidadezinhas do Brasil) apresentarem como atração maior de seus espetáculos a dramatização das histórias das duas primeiras músicas referidas acima.
Sua voz grave (de tenor), aliada a uma interpretação dramática e teatral, o tornou super conhecido. Isso o levou a excursionar por todo os cantos do país, alavancando ainda mais seu sucesso na música e no cinema (além de lhe render muito dinheiro, é claro).
Não se pode falar de Vicente Celestino sem fazer referência à sua esposa GILDA DE ABREU (cantora, compositora, escritora, atriz e cineasta) que, além de outras parcerias com o marido, roteirizou e dirigiu seus filmes.
Vicente faleceu com 74 anos, em 1968. Nesse mesmo ano (época da "TROPICÁLIA", de Cetano, Gil e Gal) o grande Caetano Veloso gravou "Coração Materno" (homenagem ou gozação?).
Sua esposa Gilda morreu em 1979.
Agora, um trechinho das dramáticas letras dos dois trabalhos, só para lembrar:
O Ébrio (homem da alta sociedade, traído pela esposa e amigos, troca os seus documentos com os de um mendigo morto por atropelamento):
"Tornei-me um ébrio,
e na bebida busco esquecer
aquela ingrata que eu amava
e que me abandonou ..."
Coração Materno (mulher amada pede ao namorado uma determinada coisa, como prova de amor):
"Disse um componio à sua amada:
minha idolatrada, diga o que quer
por ti vou matar, vou roubar
embora tristezas me causes mulher ..."
(lembram-se do que ela pediu? Credo!)




Revista de 1960 (com o casal na capa)


Disco dos anos 60


Disco dos anos 50


Filme "Coração Materno"


Filme O Ébrio





Clique na telinha para ver a cena em que Vicente Celestino (como mendigo) interpreta a antológica música "O Ébrio" (no filme de mesmo nome):












4 comentários:

yendis disse...

grande mesmtre da musica brasileira, o orgulho do brasil. devia ser sempre lembrado por todas ratificações de misicas em nosso país. yendis asor said.

"blcamargo" disse...

Valeu, Yendis. Agradeço a visita e o comentário. Volte aqui nos próximos dias: encontrará pedacinho do filme "O Ébrio" em que Celestino canta (como mendigo) essa histórica música. Um abraço

yendis disse...

tenho o filme aqui, O ÉBRIO, e é um belo filme, muito emocionante, queria é ver o filme coração materno, dizem ser ótimo, tenho varios cds e lps do vicente, expl^ndido cantor...

"blcamargo" disse...

Yendis,
Obrigado pelo comentário. Enquanto não acha o Coração Materno (que não deve ser encontrado facilmente) um trechinho voce deve achar no You Tube, só como "aperitivo".
Abraço